Mensagem do Diretor

Bem-vindos à comemoração “Estamos de Volta” com que celebramos o início do nosso ano letivo de 2018/19.
Este momento, parte da nossa identidade contêm em si a substantividade de um desafio, dar continuidade na ambição de construir uma comunidade educativa de qualidade a que todos se orgulhem de pertencer.
Comunidade educativa neste momento com,


Crianças/Alunos
Educação Pré-Escolar 
270
1º CEB 
366
2º CEB 
131
3º CEB
144
Ensino Secundário
121
Total 
1032

É uma Escola Portuguesa ao serviço de Timor e das relações fraternas entre dois povos que se querem e que no exercício de uma soberania inquestionável não renegam o passado histórico comum. 
Nesta cerimónia, “Estamos de Volta” com esta comunidade educativa, empenhada e promotora – renovamos o desafio de assumir a responsabilidade de exigir e construir para a Escola Portuguesa um ensino de qualidade num clima afável e colaborativo – de valor acrescentado para Díli e Timor-Leste, porque sustentada em relações profissionais e laços de solidariedade entre todos os atores educativos.
Deste modo posso com responsabilidade e orgulho prestar contas em nome do que de melhor os nossos profissionais têm feito.
Os educadores, os professores, os funcionários, os pais centrados no que verdadeiramente conta, os nossos alunos!
Com arte e engenho, aumentamos a nossa capacitação no acolhimento de novos alunos, designadamente, ao nível das crianças do Pré-escolar e do 1.º CEB.
Reconhecemos que ainda de modo insuficiente, não conseguimos responder à procura!
Mas o projeto de obras na Escola Portuguesa vai fazendo o seu caminho.
Permitam-me que partilhe o documento e dizer que hoje não há recuo.
(leitura da carta do IGeFE)
A ampliação da nossa Escola é uma realidade.
Cumpre-se uma obrigação…. Criar melhores condições para melhor acolher, receber e ensinar.
Consideremos neste momento um dado objetivo que nos remete para lá da espuma do quotidiano, das coisas sem sentido!
Podemos com orgulho, hoje dizer, a Escola Portuguesa de Díli é um espaço de referência da língua e da cultura portuguesa, exigente nos propósitos, qualificante e qualificadora dos recursos humanos.
Nada nasce do acaso, nem da mera inspiração.
Isto ocorre,
Porque procuramos compreender o meio que nos envolve e os anseios e expectativas dos jovens e das suas famílias, esta comunidade educativa seleciona e organiza a sua oferta educativa, contextualizada e personalizada. Constatamos agora que foi geradora de intervenções educativas adequadas, indutoras de um processo formativo de melhor qualidade!
No início deste ano letivo, na senda dos anteriores, este processo requer a conjugação de vontades e esforços no sentido de continuar a dotar a Escola Portuguesa de Díli de uma maior capacidade de resposta aos problemas que se nos colocam e procurar uma melhor integração dos nossos alunos no meio em que se movimentam, perspetivando o sucesso desejado.
Assim além da criação de uma nova saída para os nossos alunos do Secundário, o Curso Profissional de Técnico de Turismo que habilitará os nossos alunos com uma formação académica e uma competência profissional em área estratégica de desenvolvimento pessoal, demos início à preparação propedêutica dirigido a crianças com 7 anos de idade, o ano zero, que assim de melhor forma passam a dominar a língua portuguesa.
O Centro de Formação de Professores, acreditado academicamente e único em Timor-Leste tem procurado responder às necessidades dos professores da nossa Escola.
Não chega, temos e iremos fazer mais e melhor.
Em reunião tida em Lisboa com a tutela existiu um comprometimento pessoal de um desenvolvimento estratégico deste centro de competências e de qualificação que se pretende de excelência. 
Na audiência/reunião havida com Sua Excelência a Senhora Ministra da Educação Doutora Dulce Soares dei conta desta intenção e, no desenvolvimento do que já estava protocolizado, iremos aumentar e diversificar a formação procurando que a mesma vá ao encontro das reais necessidades diagnosticadas no seguimento dos protocolos já firmados, designadamente, com o Ministério da Educação de Timor-Leste e com a UNTL.
Mas, porque queremos celebrar este início, também, prestando contas e porque não são só apenas os resultados académicos, per se, que nos importam, com orgulho e com agradecimento aos Pais e EE no acompanhamento das suas crianças, filhas e filhos procederemos à entrega dos prémios de mérito e de concursos internacionais de Matemática, “SuperTmatik” e “Canguru Matemático” que exigiram trabalho, perseverança e dedicação.
Com o empenho, disponibilidade, entrega e aposta na qualidade de todos, vamos rever-nos, com orgulho, na Escola Portuguesa de Díli que todos ajudamos e ajudaremos a construir, e completar com talento, arte e técnica, o que nos escasseia em recursos.

Díli, 12 de setembro de 2018
Acácio de Brito
Diretor